Quem poderia preencher esse vazio existente em meu peito?
Quem na terra poderia se aproximar de mim,
Invadindo meus pensamentos,
Sem machucar-me com o tempo?

Quem poderia me conquistar a cada raiar do sol?
Quem me faria desistir de meus planos,
Apenas para continuar vivendo um romance?

Lembro-me de um passado doce nem tão distante,
Pergunto-me todas as noites: - Onde eu errei?
Fui uma boa amiga, companheira e amante.
E levo comigo o seu sorriso como lembrança.

Eu não nasci para viver na realidade,
O papel que venho procurando pra minha vida parece não existir,
(exceto nos livros de romances)
E na vida e busca dos poetas...

"Eu não sei se sou o pugilista ou o saco de pancadas!"